Café Society, novo dinning speakeasy de SP – Por Juliana Perrone

By  |  0 Comentários

Confira cliques exclusivos  

Endereço, que tem o cantor Seu Jorge entre os sócios e cardápio assinado por Érick Jacquin, começou a funcionar em agosto.

É difícil acompanhar as novidades de São Paulo, já que a frequência com que abrem casas novas na cidade é alta. Mas em meio a este “museu de grandes novidades”, destaque para o Café Society, que abriu as portas no em agosto formato speakeasy e vem se destacando desde então – espaço inspirado nos bares escondidos dos anos 30, na época da lei seca, e no filme de mesmo nome de Woody Allen.

Sem nome aparente e com fachada de cimento queimado, a casa com capacidade para até 150 pessoas fica no Itaim Bibi e contar com agenda de performances artísticas e música ao vivo de terça a sábado. Para frequentar o local, deve-se fazer reserva antecipada via Facebook na página da casa, ou interfone. Ao fazer a reserva, o cliente recebe uma senha de acesso exclusiva que deve ser digitada em um interfone instalado na porta da casa para abri-la… Uau!

“A ideia é lembrar a boemia esquecida por aqui”, diz Pierre Grego, um dos sócios e ex-proprietário do Café dos Prazeres, também uma das referências para o novo endereço. Na empreitada, junta-se a Bazinho Ferraz, Álvaro Garnero, Dinho Diniz, Pedro Braun, Luiz Tripoli e o cantor Seu Jorge.

Sócios do Café Society

O clima boêmio aparecerá também na programação, montada por Tripoli.  Às terças, entra em cena o Temporada de Artistas, sob curadoria de Seu Jorge. Às quartas, a noite é reservada a bandas de jazz, sempre com um pianista. De quinta a sábado, a agenda varia entre um trio cubano, cantores de jazz, soul, disco…

Após as apresentações, por volta da meia-noite, DJs darão continuidade à festa. As residentes escaladas são Marina Diniz, Miss Cady e Ornellas. Performances artísticas de dança e video mapping também animam as folias.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *